Loft Rua 25 de Março, Metrô São Bento e Wifi 200mb

5,0

Hela boendet (vindsvåning) med värden Viviane

4 gäster, 1 sovrum, 2 sängar, 1 badrum
Helt boende
Du får hela boendet (vindsvåning) för dig själv.
Utökad rengöring
Denna värd har åtagit sig att följa Airbnbs femstegsprocess för utökad rengöring.
Bra läge
100 % av de senaste gästerna gav platsen fem stjärnor.
Bra incheckningsupplevelse
100% av nyliga gäster gav incheckningsprocessen fem stjärnor.
No Centro Histórico de SP: loft está pronto para acolher e ajudar a experimentar o que há de melhor em São Paulo, com conforto. Perto de Tudo!

Barulho? Temos Janelas Acústicas (bloqueiam o barulho da rua)

À PÉ, você vai fácil: 5 min Metrô São Bento, 4 min Rua 25 de Março, 10 min Shopping Light ou R Santa Efigênia, 11 min Pinacoteca do Estado ou Teatro Municipal ou Farol Santander, 15 min Praça da Sé, 6 min Novo Vale do Anhangabaú, 8 min Galeria do Rock, 12 min R São Caetano (Noivas) muito mais

Boendet
Tem uma Varanda com vista para o Mosteiro de São Bento

Var du kommer att sova

Sovrum 1
1 dubbelsäng, 1 bäddsoffa

Vad detta boende erbjuder

Kök
Wifi – 200 Mbit/s
TV
Uteplats eller balkong
Bagageavlämning tillåts
Hårtork
Kylskåp av märket frigobar
Övervakningskameror i fastigheten
Ej tillgänglig: Kolmonoxidlarm
Ej tillgänglig: Brandvarnare

Välj incheckningsdatum

Lägg till dina resedatum för exakt prissättning
Incheckning
Lägg till datum
Utcheckning
Lägg till datum

5,0 av 5 stjärnor från 4 omdömen

Renlighet
Noggrannhet
Kommunikation
Plats
Incheckning
Värde

Var du kommer att vara

Centro Histórico de São Paulo, São Paulo, Brasilien

O Centro Histórico de São Paulo (ou simplesmente Centro) é um bairro da Zona Central do município de São Paulo, no Brasil. Corresponde à região onde a cidade foi fundada, em 25 de janeiro de 1554, pelos padres jesuítas. É formada pelos distritos da Sé e República. Nele, se encontra a maior parte dos edifícios que retratam a história da cidade, como o Pátio do Colégio, local de sua fundação.

Na região, localizam-se vários centros culturais, bares, restaurantes, museus, grande parte dos pontos de interesse turístico da cidade e escritórios governamentais do município e do estado.
Mesmo após 40 anos, o Centro ainda guarda muitos encantos que é possível observar em passeios a pé, como os gratuitos organizados pela Secretaria Estadual do Esporte e Turismo, onde os paulistanos e visitantes podem descobrir ou redescobrir essa região e observar as mais diversas construções, como: o Banco São Paulo, edifício hoje utilizado pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo; a Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo, onde, por meio de um telão, é possível observar a movimentação das operações; o Mosteiro de São Bento (São Paulo), local onde, aos domingos, são realizadas missas às 10 horas da manhã; o Edifício Martinelli, primeiro arranha-céu da América do Sul; a Bolsa de Valores de São Paulo; o Centro Cultural Banco do Brasil, que possui salas de exposições, cinema, teatro, restaurante, auditório, livrarias etc.; o Teatro Municipal, com concertos gratuitos às quartas-feiras; a Catedral da Sé e muito mais.

Pontos turísticos

Viaduto do Chá à noite, com do Teatro Municipal (direita), no Centro.

Catedral Metropolitana de São Paulo.
A concentração de grande quantidade de marcos históricos, arquitetônicos e culturais faz a região se destacar pelo interesse por parte de turistas e visitantes. Inserida nesse contexto, ocorre todas as quintas-feiras a chamada Caminhada Noturna, um passeio gratuito pelo centro da cidade realizado há cerca de uma década. Inicia-se todas as quintas-feiras nas escadarias do Teatro Municipal, sempre às 20 horas.[6] Entre os pontos de interesse turístico mais divulgados e conhecidos estão:

Catedral Metropolitana de São Paulo. Inaugurada oficialmente em 1954, ainda inacabada, para integrar as comemorações do quarto centenário do município de São Paulo, foi restaurada e totalmente concluída, respeitando-se seu projeto original, em 2002. Trata-se de uma das maiores igrejas em estilo neogótico do mundo. Localiza-se na Praça da Sé, local que também abriga o monumento "Marco Zero", que indica o ponto mais central da cidade e de onde partem oficialmente as distâncias medidas dentro do Estado de São Paulo.
Teatro Municipal de São Paulo, inaugurado em 1911, teve seu projeto arquitetônico desenvolvido pelo escritório de Francisco de Paula Ramos de Azevedo, para suprir a necessidade da exigente elite social formada por "barões do café", que demandavam um espaço para espetáculos e ópera de alto padrão nos moldes dos que podiam ser encontrados na Europa. Localiza-se na Praça Ramos de Azevedo.
Capela e Museu Padre Anchieta, no Pátio do Colégio. Trata-se de um edifício construído nos mesmos moldes do prédio erguido na fundação da cidade em 1554. Nele, encontra-se acervo da história dos personagens que participaram desse período da história da cidade.
Mosteiro de São Bento (São Paulo). Quase tão antigo quanto a própria cidade, o mosteiro constitui um dos templos católicos mais importantes da história de São Paulo. É famoso pelo canto gregoriano, pelos pães artesanais feitos por monges e por sua arquitetura e decoração interior. Localiza-se no Largo São Bento.
Galeria do Rock na Avenida São João, famoso e tradicional ponto de encontro de diversas Tribos urbanas,[2] sobretudo as ligadas ao Rock and roll e mais recentemente a cultura Hip hop.
Observatório do Edifício Altino Arantes (Prédio do Banespa). Observatório público no alto de um dos edifícios mais emblemáticos e altos da cidade, com 161 metros de altura e arquitetura semelhante ao Empire State Building de Nova York, esse edifício ao estar em região alta do centro histórico, ganha notório destaque na paisagem, além de proporcionar, ao visitante, ampla visão da cidade e região metropolitana.
Edifício Martinelli, suntuoso edifício de 130 metros de altura em estilo clássico, construído pelo Conde Giuseppe Martinelli entre as décadas de 1920 e 1930 na Praça Antônio Prado. Além de sua arquitetura, tem como atrativo o terraço aberto para visitação, onde há uma mansão feita para a família de Giuseppe Martinelli e variadas histórias que abrangem desde o perído que fora frequentado pela aristocracia paulista até períodos em que esteve em franca degradação e ameaçado de demolição.
Vale do Anhangabaú, hoje fechado ao tráfego, onde tradicionalmente ocorrem manifestações, feiras culturais e shows.
Centro Cultural da Caixa Econômica Federal, na Praça da Sé.
Centro Cultural Banco do Brasil, na confluência da Rua Alvares Penteado com a Rua da Quitanda.
Viaduto do Chá foi primeira ligação entre o centro velho e novo da cidade de São Paulo.
Faculdade de Direito do Largo São Francisco
Museu da Cidade, localiza-se no "solar da Marquesa de Santos".
Viaduto Santa Ifigênia, de estrutura metálica trazida da Bélgica, foi a segunda ligação entre o centro velho e o centro novo após a construção do Viaduto do Chá.
Palácio dos Correios, edifício histórico projetado por Ramos de Azevedo, onde funcionou por anos a sede dos correios na cidade de São Paulo. Hoje foi inteiramente restaurado e abriga a maior agência da cidade e aguarda projeto para integrar centro cultural.
Praça das Artes, localizada entre a rua Conselheiro Crispiniano, a Avenida São João e o Vale do Anhangabaú, é um complexo cultural que visa a revitalizar a região por meio da cultura, abriga salas de concerto, dança, teatro, além de servir como estrutura de apoio ao Teatro Municipal de São Paulo[2]
Terraço Itália, famoso edifício da cidade onde, nos pavimentos de número 41º e 42º, funciona o famoso restaurante Terraço Itália, de gastronomia italiana, em que é possível ter visão panorâmica de grande parte da cidade.
Edifício Copan, de formato sinuoso, é um edifício modernista projetado por Oscar Niemeyer e atrai turistas e estudantes de arquitetura de várias partes do mundo.
Feira de Artesanato da Praça da República
Esquina das avenidas Ipiranga e São João, afamado local imortalizado pela letra da canção Sampa de Caetano Veloso.
Sala São Paulo, o prédio foi restaurado em 1997 tornando-se sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, é a maior sala e a mais moderna da América Latina

Fonte Wikipédia

Viviane är din värd

Blev medlem februari 2021
  • Identitet verifierad

Medvärdar

  • João Batista De
    För att skydda din betalning bör du aldrig föra över pengar eller kommunicera utanför Airbnbs webbplats eller app.

    Bra att veta

    Husregler

    Incheckning: 14:00 till 02:00
    Utcheckning: 11:00
    Inte lämpligt för spädbarn (under 2 år)
    Ingen rökning
    Inga husdjur
    Inga partyn eller tillställningar

    Hälsa och säkerhet

    Har åtagit sig att följa Airbnbs utökade rengöringsrutin. Visa mer
    Airbnbs riktlinjer för social distansering och andra riktlinjer relaterade till COVID-19 gäller
    Inget kolmonoxidlarm har rapporterats Visa mer
    Ingen brandvarnare har rapporterats Visa mer
    Säkerhetskamera/inspelningsenhet Visa mer

    Avbokningspolicy

    Utforska andra alternativ i och runt Centro Histórico de São Paulo

    Fler ställen att bo på i Centro Histórico de São Paulo: